29 de September de 2021

Como Prevenir Riscos Ambientais

Leia o artigo e descubra Como Prevenir Riscos Ambientais

Ruído, temperatura, vapor, fungo. Tais agentes podem, dependendo de alguns fatores, prejudicar a saúde do trabalhador. Eles fazem parte dos riscos ambientais.

 

Mas você pode evitar ou pelo menos reduzir seu impacto. Leia o restante deste artigo para obter detalhes e mais informações sobre segurança no trabalho.

Identificação de riscos ambientais no trabalho

A norma regulamentadora NR-9, que trata do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), dispõe o seguinte:

 

“9.1.5 Para os fins desta norma, os riscos ambientais são definidos como agentes físicos, químicos e biológicos presentes no ambiente de trabalho que, por sua natureza, concentração, ou pela intensidade e duração da exposição, podem causar danos à saúde do trabalhador. “

Tipos de agente e riscos

Como Prevenir Riscos Ambientais

A Portaria nº 3.214 do Ministério do Trabalho do Brasil, 1978, introduz regulamentação que unifica as legislações trabalhistas relacionadas à saúde e segurança no trabalho. Uma delas é a NR-5, na qual encontramos a classificação de riscos ambientais e seus agentes. Existem cinco tipos no total. Verificar:

1. Riscos de acidentes ambientais

 

Referem-se a fatores que colocam um funcionário em posição de vulnerabilidade e podem afetar sua integridade, bem como seu bem-estar físico e psicológico.

 

Máquinas e equipamentos desprotegidos, layout físico impróprio, potencial para incêndio e explosão e armazenamento impróprio são alguns exemplos.

2. Riscos biológicos para o meio ambiente

 

Entre outros, são bactérias, vírus, fungos e parasitas.

3. Fatores de risco ergonômicos para o meio ambiente.

 

Leva em consideração aqueles fatores que podem afetar as características psicofisiológicas do funcionário, causar desconforto ou afetar sua saúde.

 

Por exemplo: postura de trabalho inadequada, repetitividade, ritmo excessivo, monotonia, levantamento de peso, etc. 

4. Riscos físicos para o meio ambiente

 

Este tipo lida com várias formas de energia às quais os trabalhadores podem estar expostos, incluindo: vibração, ruído, frio, calor, pressão, radiação ionizante e não ionizante e umidade.

5. Perigo químico para o meio ambiente

 

Esta categoria inclui substâncias, compostos ou produtos que podem entrar no corpo do trabalhador através do trato respiratório, pele ou aparelho digestivo.

 

Por exemplo: poeira, gases, névoas, vapores, névoas ou vapores que, devido à natureza de sua atividade e exposição, podem entrar em contato ou ser absorvidos.

Prevenção de riscos e proteção do trabalho

Os efeitos potenciais dos fatores acima podem ser evitados ou pelo menos minimizados com a criação de ações que preservem a integridade dos trabalhadores. Existem programas para isso.

 

Seu objetivo é desenvolver antecipadamente medidas para eliminar, reduzir ou controlar os riscos ambientais. Sua função é reconhecer, avaliar o controle de eventos nesse sentido, que já existem ou irão existir no ambiente de trabalho. Tudo isso levando em conta também a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

 

A estrutura do PPRA deve incluir, no mínimo: “planejamento anual com objetivos, prioridades e cronogramas; estratégia e método de ação; forma de registro, manutenção e divulgação dos dados; frequência e forma de avaliação do desenvolvimento do PPRA (9.2.1) ”.

 

No entanto, simplesmente lançar esses temas não é suficiente. Se necessário (e pelo menos uma vez por ano), é necessário fazer uma análise global do programa, avaliar seu desenvolvimento, fazer ajustes e definir novas metas e prioridades.

 

É importante lembrar que o PPRA é obrigatório para todas as empresas e instituições, inclusive condomínios, independentemente da área de atuação, do grau de risco ou do número de funcionários. A empresa que descumprir a norma NR-9 está sujeita a multa que varia de R $670,38 a R $5.244,95.

 

O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais é um dos cinco programas previstos em lei. Aliás, você sabia que no final de 2019 a legislação foi alterada? Descubra abaixo como manter a segurança do seu emprego atualizada.

Atualização NR-9

 

A inclusão de critérios de prevenção de riscos ambientais associados à exposição ocupacional ao calor é uma das mudanças publicadas em dezembro no Diário Oficial da União (DOU).

 

O despacho da Secretaria Especial de Proteção Social e Trabalho do Ministério da Economia inclui o Anexo 3 – Calor na norma normativa (NR-9), que trata exclusivamente do assunto, das normas de trabalho em condições de sobrecarga térmica. As medidas de prevenção são apresentadas no documento, incluindo:

 

  • Aclimatização

 

  • controle médico

 

  • Oferecendo água doce

 

  • Orientação do funcionário

 

  • Autorização de trabalho autônomo

 

  • Resposta de emergência

 

Esta questão tem recebido atenção especial nas discussões que têm ocorrido no Comitê Permanente Tripartite Conjunto (CTPP) desde 2010. O processo incluiu consultas, audiências públicas e discussões no grupo de pesquisa. Posteriormente, as alterações apresentadas no Anexo 3 à NR-9 foram aprovadas por consenso entre trabalhadores e empregadores.

 

E não é tudo: o Anexo 3 – Calor da NR-15, que trata das atividades e operações insalubres, foi revisado para atualizar os critérios definidos para caracterizar as atividades insalubres causadas pela exposição ao calor no ambiente de trabalho.

 

Os dados de exposição ocupacional ao benzeno em postos de abastecimento também foram atualizados. A revisão adiciona uma câmara de contenção de monitoramento eletrônico aos requisitos para a instalação de sistemas de medição eletrônica em tanques de armazenamento.

Conclusão

 

Hoje você aprendeu a cuidar do bem-estar de um funcionário mantendo seu ambiente de trabalho atualizado. E ele entendeu que mesmo o ruído, se não for controlado, pode prejudicar a saúde dos funcionários.

 

Esteja ciente dos riscos ambientais. Procure informações e profissionais qualificados para cuidar do seu negócio e manter o seu emprego.

 

Todos, funcionários e empresas, se beneficiam quando as ações são tomadas e monitoradas de forma adequada. Reflita!

 

SHARE:
Sem categoria 0 Replies to “Como Prevenir Riscos Ambientais”